Pular para o conteúdo principal

Empresário de Guerrero divulga nota, confirma pedido de rescisão e critica direção do Inter

 (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)


O empresário de Paolo Guerrero, Vinícius Prates, divulgou nota oficial neste domingo na qual confirma o pedido de rescisão de contrato com o Inter, conforme noticiado pelo ge. O estafe do centroavante ainda critica a diretoria colorada e alega "falta de respeito" com o jogador.

O Inter mantém o mesmo posicionamento divulgado no sábado, diz que não foi comunicado oficialmente sobre qualquer pedido de rescisão e que o assunto deveria ser discutido "internamente".

O racha entre Guerrero e a direção colorada teria sido motivado por declarações de dirigentes sobre o futuro do jogador, que tem contrato com o Inter até o final do ano.

De acordo com Prates, o peruano se sentiu desconfortável com as frequentes notícias sobre a indefinição de sua renovação contratual. Guerrero pretendia postergar as conversas sobre a permanência depois de retomar as plenas condições físicas. E entende ter sido desrespeitado pelo clube.

– O atleta, junto com seu empresário, pediram a rescisão contratual já que ambos entendem que existe uma falta de respeito dos dirigentes com o jogador que sempre foi profissional e dedicado ao clube – diz um trecho da nota (veja abaixo).

O contrato de Guerrero prevê o pagamento de multa em caso de rescisão de uma das partes antes do término do vínculo. O valor seria de US$ 2 milhões a US$ 3 milhões (R$ 10,8 milhões a R$ 16,2 milhões)

Em Bento Gonçalves, onde o Inter está concentrado para enfrentar o Juventude, pelo jogo de ida das semifinais do Gauchão, o vice de futebol colorado, João Patrício Hermann, afirmou que não recebeu qualquer pedido do estafe de Guerrero e que o clube conta com o peruano.

O dirigente afirmou ainda que o foco está na recuperação total do jogador e nas semifinais do Gauchão e disse que o assunto deveria ser discutido "de forma interna".

– Não chegou nada. O Guerrero tem contrato conosco em vigência. Neste momento, o clube está preocupado em colocar o Guerrero novamente em campo. Teve lesão grave. Voltou agora para a fisioterapia. A gente espera que tão logo ele se recupere, volte para campo. A gente conta muito com o Guerrero. É um jogador importante. Para nós não chegou nada de forma oficial. E conversamos com o Guerrero. O ambiente é bastante tranquilo. O foco não só dele, como do clube, é a recuperação do atleta e do ser humano – declarou ao ge.

Atualmente, Guerrero está afastado dos gramados, em recuperação de uma tendinite no joelho direito. A lesão é considerada normal para atletas que retomam as atividades após rupturas de ligamento cruzado anterior.

O peruano voltou a jogar neste ano, depois de sete meses de tratamento. Ele soma cinco jogos na temporada, dois deles como titular, com um gol marcado.

Confira a íntegra da nota do empresário de Guerrero

"O jogador está insatisfeito com as recentes declarações públicas que os dirigentes do clube vem fazendo constantemente sobre a situação contratual do atleta.

Desde que chegou ao Internacional, sempre se dedicou integralmente, pedindo inclusive dispensa da seleção de seu país para defender o clube. No período em que esteve lesionado, Paolo investiu particularmente em sua recuperação e esteve a disposição da equipe em tempo recorde.

O atleta, junto com seu empresário, pediram a rescisão contratual já que ambos entendem que existe uma falta de respeito dos dirigentes com o jogador que sempre foi profissional e dedicado ao clube. As recentes manifestações do estafe do jogador não falam e não são por conta de uma renovação, mas por conta das manifestações do clube onde colocam em dúvida a permanência do jogador.

Independente de qualquer situação, Paolo desperta interesse de diversos clubes do Brasil e do mundo, mas nunca expôs tais situações por respeito e ética ao Internacional, atitude diferente tida por parte dos dirigentes atuais.

Posicionamento oficial do empresário do atleta".

Globo Esporte

Comentários