sábado, 16 de julho de 2016

Hamilton diz que Fórmula 1 pode aprender com NBA, mas 'nunca será igual'

(Foto: AFP PHOTO / OLI SCARFF)


Uma arena com 20 a 30 mil pessoas, quase todas apoiando o mesmo time. Lewis Hamilton reconhece que a Fórmula 1 nunca poderá ter uma atmosfera igual a essa, mas acredita que a categoria pode aprender com os esportes norte-americanos, especialmente a NBA.

O inglês, que é um grande admirador da cultura norte-americana e costuma frequentar estes eventos em suas vários viagens ao país, disse que a liga de basquete foi a que mais lhe impressionou.

"Adoro ver outros esportes e o jogo da NBA que vi foi, de longe, o melhor em termos de experiência. Talvez seja porque é uma arena bem menor, o que faz com que a energia seja espetacular", afirmou o inglês, ouvido pelo UOL Esporte.

"Tenho certeza de que a Fórmula 1 nunca vai ser daquele jeito porque os torcedores ficam espalhados em uma pista de 4, 5km. também não acho que os fãs da F-1 podem ser tão apaixonados, porque os torcedores estão apoiando o time da sua cidade, o que é muito especial. Quando o outro time faz algum ponto, você não ouve nenhum ruído, enquanto quando o time da casa marca, o lugar vem abaixo", comparou o britânico.

Mesmo assim, Hamilton acredita que há lições que a categoria poderia tirar. "A F-1 definitivamente poderia aprender com o show que os americanos proporcionam. Eles colocam música, garotas dançando, é tudo muito cheio de energia."

UOL Esporte