domingo, 21 de agosto de 2016

Em estreia da nova casa pela Premier League, West Ham vence com gol no final

(Foto: Getty Images)


Jogando em sua nova casa pela primeira vez no Campeonato Inglês, o West Ham tentou, e depois de muita insistência conseguiu superar a defesa do Bournemouth para garantir a vitória por 1 a 0 neste domingo.

Com participação do ex-atacante do São Paulo, Jonathan Calleri, no segundo tempo, a equipe inglesa fez o dever de casa e assegurou os três pontos para sair da zona de rebaixamento da competição, já que havia perdido o primeiro jogo do torneio para o Chelsea, por 2 a 1.

O West Ham sofreu para encontrar espaços durante o primeiro tempo e criar jogadas de perigo. Sem contar com sua principal peça de articulação, Dimitri Payet, o time fazia uma partida pouco atrativa aos torcedores que compareceram à estreia do clube no Campeonato Inglês jogando no Estádio Olímpico, nova casa dos Hammers.

Após disputar a final da Eurocopa com a França, Payet teve férias tardias e durante boa parte da pré-temporada do West Ham acabou ficando ausente. No entanto, após mais de três semanas da decisão e tendo treinado por dez dias com todo o elenco, a expectativa é que o meio-campista já esteja apto a desempenhar seu papel em campo na próxima rodada.

A tônica do primeiro tempo se manteve no segundo e mesmo diante das arquibancadas lotadas no estádio que recebeu as competições de atletismo em Londres 2012, o West Ham não conseguia chegar ao tão sonhado gol contra o Bournemouth. A falta de efetividade no ataque acabou forçando o treinador Slaven Bilic dar uma chance a Calleri, novo reforço do time, ex-São Paulo.

O antigo xodó da torcida são-paulina não conseguiu reverter a situação, mas esteve em campo quando o time, enfim, furou o bloqueio adversário e balançou as redes. Faltando cinco minutos para o fim do tempo regulamentar Gokhan Tore encontrou Michail Antonio dentro da área, que diante do gol vazio apenas cabeceou para o fundo das redes e garantiu a importante vitória para o West Ham em sua estreia no Estádio Olímpico pelo Campeonato Inglês.

ESPN