domingo, 28 de agosto de 2016

Pressionado após invasão em CT, São Paulo empata sem gols com Coritiba

Pressionado após sofrer uma invasão no centro de treinamento, o São Paulo não se encontrou em campo e ficou no empate sem gols com o Coritiba na tarde deste domingo (28), no estádio do Morumbi. A partida foi válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time paulista chegou aos 28 pontos e ficou no 11º posto da tabela de classificação da competição nacional. Enquanto isso, a equipe paranaense terminou a rodada com 26 pontos e ficou na 15ª posição.

Na próxima rodada, o São Paulo encara o Palmeiras na quarta-feira (7), fora de casa, às 21h45 (de Brasília). Enquanto isso, o Coritiba recebe o Grêmio no estádio Couto Pereira, nos mesmos dia e horário.

Quem foi bem: Dá-lhe Chávez
O atacante Andrés Chávez assustou a defesa do Coritiba no primeiro tempo. O jogador do São Paulo chegou com perigo, mas perdeu muitas chances claras. Aos 27 minutos, o argentino recebeu bom cruzamento de Mena e, sozinho na área, mandou por cima do gol.

Quem foi mal: Michel Bastos desestabilizado
Após o fim do primeiro tempo do confronto, os torcedores são-paulinos se manifestaram contra Michel Bastos, que não teve uma boa atuação. Aos 16 minutos da etapa final, o jogador foi substituído por Luiz Araújo e foi para o bando de reservas sob vaias. O meia, que entrou como titular, foi um dos alvos do protesto da principal torcida organizada do clube, que invadiu o CT e agrediu três jogadores - além de Michel, Carlinhos e Wesley.

Coritiba sem Gladiador 
O atacante Kleber foi poupado desta partida contra o São Paulo, porque sofreu um forte pisão na última rodada. Vinícius ficou no lugar do atacante, mas não agradou o técnico Carpegiani, que substituiu o jogador no início do segundo tempo por Iago.

Sem criatividade
A equipe do São Paulo não começou bem a partida, mas foi evoluindo e chegou com perigo ao gol adversário. Apesar disso, os jogadores não estavam com a pontaria calibrada e pecaram nas finalizações. Na volta dos vestiários, os comandados de Ricardo Gomes não conseguiam criar boas jogadas.

Coxa não aproveita 
Se por um lado o time do São Paulo não aproveitou as oportunidades que teve de marcar, o Coritiba também não levou muito perigo. O time não encaixou os contra-ataques e deu pouco trabalho ao goleiro Denis.

Cadê a torcida?
A má fase e a derrota para o Juventude na Copa do Brasil espantou os torcedores são-paulinos. Foram 7.836 pessoas presentes.

Preocupação com emocional do São Paulo
O São Paulo foi para a partida deste domingo sob forte pressão. Um dia depois de ter seu Centro de Treinamentos invadido por torcedores organizados, que roubaram material esportivo do clube e agrediram jogadores como Wesley, Carlinhos e Michel Bastos, a preocupação com o estado emocional da equipe para uma partida importante no Campeonato Brasileiro era grande.

Invasão
Um torcedor tentou invadir o gramado do estádio do Morumbi para protestar, e foi impedido por seguranças.

Que fase
A situação da equipe tricolor não é simples. O São Paulo não vence sob os próprios domínios desde o dia 10 de julho, quando derrotou o América-MG por 3 a 0 pela 14ª rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 CORITIBA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 28 de agosto de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Assistentes: Esdras de Lima Albuquerque e Pedro Jorge de Araújo (ambos de AL)
Cartões Amarelos: Buffarini, Mena (São Paulo); Edinho (Coritiba)
Público: 7.836  Renda: R$ 182.596,00

SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Cueva, Kelvin (Pedro) e Michel Bastos (Luiz Araújo); Chavez
Técnico: Ricardo Gomes

CORITIBA: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Benítez; João Paulo (Walisson Maia), Edinho, Juan e Raphal Veiga; Vinícius (Iago) e Neto Berola (Jorge Ortega)
Técnico: Carpegiani

UOL Esporte