Diretor brasileiro do Al-Nassr comenta negociação por Cristiano Ronaldo: "Magnitude enorme"

(Foto: EFE/EPA/Noushad Thekkayil)


Desde que rescindiu contrato com o Manchester United, em novembro, Cristiano Ronaldo foi especulado em diversos clubes do futebol mundial. Uma das equipes mais cotadas para contratar o português é o Al-Nassr, da Arábia Saudita. O diretor esportivo do time, o brasileiro Marcelo Salazar, comentou sobre as negociações que envolvem CR7.

— Não estou autorizado a dizer que sim ou não. Vamos aguardar e ver o desenrolar das coisas até o final do ano. Como vocês sabem esta é uma negociação que tem uma magnitude enorme, não só para o clube, mas para o país e para o futebol mundial, e que tem de ser conduzida por instâncias superiores. O que eu posso dizer é que o Cristiano Ronaldo é um dos melhores da história do futebol. Sempre foi um exemplo para mim enquanto atleta, pela vontade que mostra de vencer — disse o dirigente em entrevista ao portal Flashscore.

Marcelo Salazar, que virou dirigente do Al-Nassr em 2022, também rebateu críticas sobre a possível transferência de Cristiano Ronaldo para o futebol árabe.

— Criticar o que você ignora é fácil. Estou aqui há cinco anos e todos os jogadores que chegam se surpreendem positivamente, especialmente pelo nível da liga. Foi assim com o Luiz Gustavo, ex-seleção que ganhou uma Champions pelo Bayern de Munique. É normal para quem não conhece. Quando David Ospina (goleiro ex-Arsenal) chegou, disseram na Colômbia que era uma transferência equivocada, mas a Arábia Saudita mudou muito. Até a vida em Riad (capital do país) com as famílias tem sido uma surpresa agradável para os jogadores, com as escolas e tudo que temos aqui. Ainda há um alto nível de espírito esportivo — finalizou.

O jornal espanhol Marca noticia que a proposta do Al-Nassr por Cristiano Ronaldo é de duas temporadas e meia com um salário de 200 milhões de euros (1,1 bilhão de reais) por ano. Além disso, o acordo pode fazer com que o atleta se torne embaixador da Arábia Saudita para uma possível Copa do Mundo no país, em 2030.

Segundo o repórter James Benge, da emissora norte-americana CBS Sports, o atacante de 37 anos já tem data marcada para realizar exames médicos no clube saudita. No entanto, o jornalista diz que o salário anual oferecido à Cristiano seria de U$ 75 milhões (aproximadamente R$ 389 milhões de reais), contrariando o que foi noticiado pela imprensa europeia.

Globo Esporte

Comentários