terça-feira, 7 de junho de 2016

Após derrota, dirigente uruguaio acusa: "Está armado para o México"

(Foto: REUTERS/Joe Camporeale-USA TODAY Sports)


O presidente da Federação Uruguaia de futebol parece ainda não ter engolido a derrota por 3 a 1 para o México na primeira rodada da Copa América Centenário. Em entrevista à rádio Sport 890, Wilmar Valdez afirmou que o torneio está desenhado para um título mexicano.

O México abriu o placar logo aos três minutos de jogo, cedeu o empate com gol de Godín aos 28 do segundo tempo, mas garantiu a vitória com gols de Rafa Márquez, aos 40, e Héctor Herrera, aos 46. O goleiro Muslera reclamou muito depois do segundo gol, e outros jogadores uruguaios cercaram o juiz após o apito final.

- Ficou claro que este torneio está armado para o México – afirmou o dirigente, sem dar maiores argumentos para a declaração, mas destacando que a dona dos direitos de transmissão é do país.

O dirigente também criticou a realização da Copa América nos Estados Unidos. Para Valdez, que assumiu sua parcela de responsabilidade na decisão da Conmebol, a escolha do país-sede foi um erro.

- A Conmebol se equivocou. Lamentavelmente, com muito pesar, e assumindo responsabilidades, creio que nos equivocamos. Poderá ser uma grande copa no marketing e no show, mas o futebol sul-americano é outra coisa. Os Estados Unidos têm uma cultura diferente, com muitas coisas a favor, mas onde não se sente o futebol. Não vivem como os sul-americanos e isso acarreta uma quantidade de problemas – disse.

Globo Esporte