segunda-feira, 27 de junho de 2016

Atletas e comissão do Batatais movem ação coletiva na Justiça após Série A2

(Foto: Matheus Urenha)


O vitorioso elenco do Batatais, que terminou a Série A2 do Campeonato Paulista na quarta posição e que, por muito pouco, não conseguiu acesso à primeira divisão, vai dar trabalho à diretoria do Fantasma da Mogiana. Ao todo, 16 jogadores e cinco membros da comissão técnica - incluindo o técnico Thiago Oliveira - entraram com uma ação contra o clube na Justiça.

Representados pelo Sapesp (Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo), os 21 profissionais reivindicam “a quitação de parte dos salários de fevereiro, salários de março e abril, além dos dez primeiros dias do vencimento de maio. Encargos como férias, 13º salário e FGTS também não foram honrados pelo clube e estão igualmente contemplados nas ações”, contou Filipe Rino, um dos advogados responsáveis pelas ações.

Jornal A Cidade