segunda-feira, 20 de junho de 2016

LeBron cumpre promessa à cidade de Cleveland e consolida domínio na NBA

(Foto: Ezra Shaw/Getty Images)


"Cleveland, essa é para vocês." Estas foram as primeiras palavras de LeBron James após a conquista do título inédito dos Cavaliers na NBA, no último domingo (19), ao vencer o Golden State Warriors por 93 a 89. E não é difícil entender as palavras de "The King".

No dia 11 de julho de 2014, LeBron anunciou ao mundo a decisão de deixar o Miami Heat para retornar ao Cleveland Cavaliers. Era a troca do certo pelo duvidoso, já que o Miami vinha de quatro finais seguidas de NBA. Mas para ele isso era o de menos. 

"Eu voltei por um motivo, para ganhar um título para a cidade de Cleveland", disse LeBron na entrevista coletiva após a partida, que foi disputada na casa dos Warriors, em Oakland.

Para se ter uma ideia do peso que LeBron tirou dos largos ombros, a cidade de Cleveland não via uma conquista na elite dos esportes americanos há 52 anos - com o Cleveland Browns, em 1964, na era do futebol americano anterior à NFL. Assim, ele foi eleito com unanimidade MVP das finais da NBA.

LeBron é natural de Akron, cidade localizada no mesmo estado de Ohio onde fica Cleveland. Ele começou a carreira nos Cavaliers, que o selecionou em primeiro lugar no Draft de 2003. Mas as frustrações com as eliminações que sofreu em Cleveland na caça de um anel de campeão da NBA o levaram a se mudar para o Miami Heat em 2010. 

Os torcedores em Cleveland ficaram revoltados, chegaram a demonizar o antigo ídolo, mas a decisão se mostrou acertada para LeBron. Sob seu comando, o Heat chegou às finais nos quatro anos em que ele permaneceu por lá, conquistando dois títulos. Mas LeBron havia cumprido uma promessa...

Assim que ele retornou a Cleveland, os Cavs venceram a Conferência Leste e chegaram a duas decisões de NBA. Na da temporada passada, perdeu do Golden State em casa, reforçando a "maldição de Cleveland".

Apesar de não ter sido campeão no ano passado, LeBron sobrou dentro de quadra. Nenhum outro jogador da série, seja do Cavs ou do Warriors, o superou em pontos, rebotes e assistências na série. Foi a primeira vez na história que a NBA viu alguém fazer isso em uma decisão. 

Neste ano, James conseguiu ser ainda mais dominante. Além de pontos, rebotes e assistências, também foi o líder da série em tocos - com os quais entrou na cabeça de Curry e companhia. Para ele, contudo, mais importante que todos os recordes individuais, era cumprir a promessa que fez à cidade de Cleveland. E cumpriu.

Domínio nos últimos 10 anos

Não é só em fundamentos que "The King" demonstra seu reinado na NBA. Nas últimas 10 temporadas, o camisa 23 esteve em sete decisões - nas seis últimas, inclusive. Curiosamente, nos três anos da última década em que James não esteve nas finais, quem estava lá era Kobe Bryant, gênio da bola laranja que aposentou-se neste ano.

Assim, ao ofuscar Curry nas finais, liderar os Cavs no título inédito e ser eleito o MVP da decisão pela 3ª vez, LeBron se consolida como jogador mais completo e dominante da NBA na atualidade. Foi o que ele mostrou contra os Warriors - os lances abaixo falam por si.

UOL Esporte