sábado, 30 de junho de 2018

Investimento da Adidas faz NHL bater recorde na receita com patrocínios

(Foto: Reprodução)

Com informações do site Máquina do Esporte


A National Hockey League (NHL) fechou a temporada 2017/2018 com um recorde na receita com patrocínios, US$ 559 milhões, um aumento de 10,8% em relação à temporada anterior, que havia chegado a US$ 505 milhões. Os números fazem parte de um relatório feito pela empresa de pesquisa e consultoria ESP Properties.

De acordo com o relatório, a grande “culpada” pelo recorde é a Adidas. Apesar de não ter os valores oficiais divulgados, especula-se que o acordo da liga com a marca alemã assinado em 2015 e que entrou em vigor exatamente no início da última temporada equivale ao dobro do que era pago pela Reebok no contrato anterior. O interessante é que, hoje, a Reebok é uma marca que pertence à Adidas.

O acordo da marca das três listras inclui o fornecimento de uniformes e todo o vestuário licenciado a todas as 31 equipes que compõem a liga desde a última temporada, quando a 31a franquia, o Vegas Golden Knights estreou.

O time de Las Vegas, aliás, é outro que ajudou a contribuir com o recorde na receita com patrocínios. A franquia fez uma temporada de estreia impressionante e conseguiu chegar até a final, quando foi derrotada pelo Washington Capitals.

Ainda de acordo com o relatório, novos acordos com empresas como Apple, Hulu, Oikos e Great Clips, além da renovação com ScotiaBank e Pepsico, também ajudaram a subir o faturamento.

Entre as franquias, quem mais ganhou dinheiro com patrocínio na última temporada foi o Pittsburgh Penguins, que eram os atuais bicampeões da competição antes da última temporada. O Montreal Canadiens e o Toronto Maple Leafs, tradicionais equipes sediadas no Canadá, também tiveram destaque.

Com o aumento do investimento, a Adidas tenta dar um impulso na NHL, considerada, atualmente, a que menos tem fãs e gera menos dinheiro e visibilidade entre as quatro principais nos EUA. Para se ter uma ideia, a receita da NFL com patrocínio chegou a US$ 1,2 bilhão, enquanto a da NBA alcançou US$ 1,1 bilhão e a da MLB, US$ 892 milhões.

Para entender a importância dada pela Adidas à liga de hóquei, basta lembrar que NFL e NBA são patrocinadas pela rival Nike, e a MLB deve passar a ser também da marca americana após a desistência da compatriota Under Armour.