segunda-feira, 4 de junho de 2018

Visão é fundamental para um bom desempenho dos atletas

(Foto: Reprodução)


Velocidade, força, agilidade e flexibilidade são elementos geralmente associados ao desempenho de atletas de alta performance. Entretanto, um outro componente também extremamente importante na atuação dos esportistas, incluindo os de final de semana, é justamente um dos nossos cinco sentidos básicos: a visão.

Não enxergar com clareza pode ser um problema em diversas situações do cotidiano, inclusive na hora da atividade física. Esportistas podem ter seu desempenho comprometido caso tenham algum erro refrativo não corrigido, uma vez que a visão é fundamental para a prática. Dentre as habilidades impactadas estão a redução da velocidade do reflexo, interferência na estereopsia (percepção de profundidade) e prejuízo na visão periférica - que consiste na capacidade de perceber o que está fora do foco principal da visão.

Segundo indicador do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) cerca de 14 milhões de brasileiros têm a visão prejudicada em função de erros refrativos (miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia). Desse modo, as soluções para os problemas visuais são cada dia mais importantes, tanto para o dia a dia quanto para a prática esportiva. Há três alternativas para quem gosta de praticar esportes: óculos esportivos, lentes de contato e cirurgia refrativa.

Segundo Dra. Tatiana Souto, oftalmologista da Johnson & Johnson Vision, cada solução tem aplicações para a prática esportiva, porém, uma se destaca. "Os óculos apresentam uma solução clássica, mas não ideais na hora de se exercitar. A armação pode comprometer a visão periférica e as lentes podem quebrar e ferir os olhos ou a região ao redor dos olhos. Já a opção de cirurgia refrativa com laser representa uma solução a longo prazo, mas não é indicada para todos os pacientes e requer uma intervenção invasiva". A solução mais prática seria o uso das lentes de contato, na opinião da especialista. "Lentes de contato são mais seguras pois não têm o risco de causar ferimentos em um possível impacto. Além disso, elas oferecem excelente qualidade de visão, equivalente a do óculos".

A oftalmologista dá dicas para quem não dispensa o uso dos óculos. "Nesses casos recomendamos o uso combinado com lentes de contato de descarte diário. Essa categoria é mais prática pois pode ser usada apenas no momento da atividade física. Para quem faz academia alguns dias na semana essa lente tem o custo benefício bastante vantajoso, pois dispensam o uso de estojo e solução de limpeza". Além da praticidade as lentes de descarte diário proporcionam um maior conforto para os olhos.

Ao optar pelo uso de lentes de contato, é importante determinar o tipo de lente a ser usada, isso porque existem lentes específicas para os diferentes erros refrativos. Apenas 20% das pessoas com astigmatismo usam as lentes de contato apropriadas para a sua correção visual, as chamadas tóricas. "Boa parte dos pacientes astigmatas não usam as lentes adequadas e, por isso, acabam por não corrigir o grau total. Assim, permanecem com a visão embaçada, o que impacta nas atividades do cotidiano. Nesses casos, é necessário buscar um oftalmologista para fazer a adaptação com lentes tóricas que proporcionam a correção satisfatória. Cerca de 88% dos pacientes que usam esse tipo de lente reconhecem a sua superioridade em relação às esféricas", reforça Dra Tatiana.

Entre os produtos de destaque no mercado, encontram-se opções como a ACUVUE OASYS® para ASTIGMATISMO com HYDRACLEAR® PLUS, que conta com uma exclusiva tecnologia de estabilização que ajuda a posicioná-las corretamente, independentemente do movimento dos olhos e da cabeça, e garante uma correção eficiente em qualquer situação. Além de corrigir o astigmatismo, essas lentes de contato oferecem maior conforto, hidratação ocular e alto nível de proteção UV.

Informações importantes para os usuários de lentes de contato

A escolha da lente de contato deve ser feita pelo paciente em conjunto com o oftalmologista e o uso deve ser acompanhado regularmente pelo médico. Para evitar desconforto e problemas oculares originados pelo mau uso, siga sempre as instruções de utilização e troca que acompanham o produto e são fornecidas pelo fabricante, além de seguir as recomendações extras fornecidas pelo oftalmologista. Não use lentes de contato se tiver infecção ocular ou desconforto, lacrimejamento excessivo, alterações da visão, vermelhidão ou outros problemas oculares. Se um desses problemas ocorrer, entre em contato com seu oftalmologista imediatamente. Você nunca deve compartilhar as lentes de contato com outras pessoas. Para obter mais informações sobre uso, cuidados e segurança apropriados, consulte o guia de instruções ao usuário (fornecido com o produto) ou fale com seu oftalmologista. Visite a página acuvue.com.br para saber mais sobre a lente mais adequada para cada tipo de usuário.