domingo, 29 de julho de 2018

Chape busca empate contra reservas do Grêmio e sai da zona de rebaixamento na Arena Condá

(Foto: Agência Estado)


Mesmo com reservas, o Grêmio não deixou a Chapecoense respirar e abriu vantagem logo aos dois minutos de jogo. Em jogada rápida pela esquerda, o garoto Pepê recebeu de Hernane e fez o primeiro dele no ano. Desequilibrada com o gol, o time catarinense tinha dificuldade na criação e somente conseguia levar algum perigo em cruzamentos para a área. Foi assim que Wellington Paulista desviou pela linha de fundo e quase igualou o marcador. Pelo lado Tricolor, Thaciano e Paulo Miranda tiveram oportunidades seguidas de um mesmo lance.

Com a desvantagem, a Chapecoense se reorganizou para o segundo tempo e voltou bem melhor do intervalo. Assim, se lançou ao ataque e tomou as rédeas da partida. Por sua vez, o Grêmio cedia a pressão adversária e quase não mais se arriscava no ataque.

O gol de empate saiu aos 16 minutos. Elicarlos pegou a sobra e mandou direto para as redes de Paulo Victor, que havia saído mal da meta. A Chape seguiu em cima até o final da partida e insistiu nos cruzamentos. No finalzinho, Amaral subiu sozinho na grande área e exigiu grande defesa de PV.

Surpresa na escalação, Pepê foi o destaque do Grêmio no jogo. Abusou da velocidade e conseguiu marcar logo com dois minutos em campo. Ainda teve chance de ampliar o marcador, mas se passou em um cruzamento de Madson. Mesmo assim, deixou imagem positiva para o chefe Renato Portaluppi.

A Chape achou o gol numa pane geral da defesa do Grêmio. O lance iniciou em cobrança de lateral, no qual a zaga gremista não conseguiu afastar. Osman bateu forte e a bola desviou em Wellington Paulista. O cruzamento de Bruno Silva para Elicarlos saiu em posição irregular, que a arbitragem ignorou. Com o goleiro fora da meta, o meio-campista só teve o trabalho de escorar para as redes.

Chapecoense e Grêmio protagonizaram um confronto equilibrado na noite deste domingo, pela 16ª rodada do Brasileirão, que deixou as duas equipes satisfeitas pelo empate em 1 a 1 na Arena Condá. Com time reservas, os garotos do Tricolor tomaram as rédeas e abriram o marcador com tento relâmpago, de Pepê. Mas a Chape se reprogramou para a segunda etapa, foi para o abafa e deixou tudo igual, em lance polêmico com Elicarlos. A produção dos catarinenses quase gerou uma virada. No final, o empate acabou justo e valorizado por ambos os lados.

fez uma boa estreia com a camisa da Chape. Regularizado no BID na última sexta, o meia sequer foi apresentado no clube, mas já ganhou chance entre os titulares - e a tendência é que permaneça pelo futebol apresentado diante do Grêmio. No primeiro tempo, o cansa 25 articulou as principais jogadas dos donos da casa. O jogador deu ao time melhor toque de bola e poder de criação.

Com o empate, o Grêmio se mantém no G-4, com 27 pontos, mas corre risco de perder uma posição na rodada que encerra nesta segunda-feira. A partir de então, o Tricolor se prepara para um sequência contra o Flamengo. Na quarta, pega o Rubro-Negro pela Copa do Brasil, no Rio. E no sábado, recebe o time carioca na Arena, pelo Nacional.

Já a Chape sobe para a 15ª colocação, com 17 pontos. No próximo domingo, enfrenta o Sport na Ilha do Retiro.

Globo Esporte