Inapelável com o saque, Federer vence em Wimbledon e bate recorde na grama

(Foto: REUTERS/Peter Nicholls)


Em seu terceiro jogo em Wimbledon, Roger Federer ainda não sabe o que é ter o saque ameaçado. Desta vez, contra o alemão Jan-Lennard Struff (64º do ranking), mais uma vez o suíço foi inapelável com seu serviço e, em apenas 1h34, chegou à vitória em 3 sets a 0, parciais de 6/3, 7/5 e 6/2, para chegar às oitavas do torneio Grand Slam.

Não bastasse a boa campanha em Wimbledon, Federer ainda chegou a mais um recorde absoluto em sua vitoriosa carreira. Agora, são 175 triunfos em jogos disputados em quadra de grama, superando o norte-americano Jimmy Connors, que tinha 174.

Nas oitavas de final, Federer terá pela frente o francês Adrian Mannarino (26º), de 30 anos. Os dois já se enfrentaram por cinco vezes no circuito mundial, sempre com vitórias do suíço, tendo cedido apenas um set, justamente no último encontro, na Basileia.

Zverev atropela após adiamento

Depois de ter seu jogo adiado ao fim do terceiro set contra Taylor Fritz, na quinta-feira, Alexander Zverev voltou arrasador ao jogo para esta sexta. O alemão, número 3 do mundo, perdia por 2 sets a 1, e no retorno cedeu apenas três games para avançar com extrema autoridade por 3 sets a 2, parciais de 6/4, 5/7, 6/7 (0), 6/1 e 6/2, em 3h12 de confronto.

Na terceira rodada, Zverev encara o letão Ernests Gulbis (138º), contra quem fará o primeiro confronto no circuito neste sábado. Se avançar às oitavas, fase em que parou na última temporada, o alemão terá um duelo complicado contra o australiano Nick Kyrgios (18º) ou o japonês Kei Nishikori (28º).

Globo Esporte