terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Chape tenta blindar juniores em primeiro jogo do clube após tragédia

(Foto: Divulgação/Chapecoense)


A Chapecoense entra em campo nesta terça-feira (03), às 16h (horário de Brasília), para enfrentar o Nova Iguaçu pela estreia na Copa São Paulo. Mesmo não sendo um jogo da equipe profissional, a estreia da equipe de juniores é o primeiro compromisso do clube após a tragédia que vitimou o time principal em Medellín, na Colômbia.


Em entrevista ao UOL Esporte, o técnico Emerson Cris e o diretor Mano Dal Piva falaram sobre a partida e ressaltaram o trabalho emocional realizado junto aos garotos da base.

"Os holofotes estão com a Chapecoense, mesmo no sub-20.  Todos os canais de mídia do país estão aqui e esperamos que isso não chegue até os meninos. Estamos tentando blindar os meninos para que isso não afete no desempenho dentro do campo", citou Mano Dalpiva.

"O nosso lado emocional está tranquilo, todos focados e concentrados, mas sentiremos mais isso quando o jogo se aproximar, mas estamos preparados para a competição", comentou o diretor.

O treinador Emerson Cris está no comando da equipe júnior da Chapecoense a quase três anos no clube e fará sua terceira participação na Copa São Paulo. O treinador também falou sobre o clima do elenco para a estreia.

"O clima está muito bom entre os jogadores, eles estão focados em fazer uma boa campanha e entenderam tudo o que está acontecendo. O assédio da imprensa é enorme, eles montaram um QG aqui e muitos canais de mídia irão ao jogo hoje e isso é algo diferente, espero que isso não os afete", afirmou o técnico.

"Nós conversamos muito com os meninos, ontem no treino mesmo com a imprensa toda lá, tivemos uma boa conversa. Eles querem jogar e estão tranquilos", completou.

A Chapecoense faz sua terceira participação no torneio e está ao lado de Nova Iguaçu, Sampaio Correia e Desportivo Brasil no grupo 14. O time catarinense não contará com quatro jogadores titulares que se integraram ao plantel profissional e dois jogadores lesionados.

A grande aposta da equipe fica por conta do goleiro Tiepo e do meia atacante Lima, tido por muitos como a grande promessa da equipe catarinense.

"Nosso grupo não é fácil, o Nova Iguaçu vai muito bem nas categorias de base no Rio, assim como o Desportivo Brasil em São Paulo. Temos algumas informações do Sampaio Correia e sabemos que é um time muito forte fisicamente e alto", disse Emerson Cris.

UOL Esporte