Sorriso, festa e lágrimas: Fla bate o Paraná em possível adeus de Vinicius e homenagem da torcida

(Foto: Reprodução)


O Flamengo fez 2 a 0 no Paraná e abriu seis pontos de vantagem na liderança do Brasileirão. Mas o resultado ficou em segundo plano para os quase 60 mil torcedores presentes no Maracanã na noite deste domingo.

Os holofotes se viraram para Vinicius Junior, que não marcou, mas foi o protagonista da noite. Durante os 90 minutos em campo (que podem ser os últimos do garoto diante dos rubro-negros no estádio), ouviu pedidos para permanecer no clube, criou jogadas de perigo e viu Diego e Felipe Vizeu - que também se despede - decidirem a partida. Após o apito final, o tradicional sorriso no rosto misturado com as lágrimas de emoção.

A festa foi toda voltada para o garoto. Antes do jogo, ainda fora do estádio, os gritos de "fica" já eram ouvidos. Dentro do Maracanã, copos de Vinicius Junior foram vendidos - uma forma de guardar uma recordação da joia criada no clube.
.
Com a bola rolando o garoto não teve a atuação de maior destaque, mas incomodou os adversários como de costume. Quase marcou no segundo tempo e, por muito pouco, não saiu com bela assistência para Éverton Ribeiro, que parou numa linda defesa de Thiago Rodrigues.
.
Mas o momento de maior emoção estava guardado para o fim. Aos gritos de "fica", coro da vitória por 2 a 0, o garoto chorou como uma criança ao se jogar nos braços do povo. Ganhou faixa, jogou a camisa para a torcida e desabafou:
.
- Momento de (lágrimas)... É o clube que sempre me ajudou, me tirou de São Gonçalo, me deu uma vida melhor, cuidaram de mim... Só tenho que gradecer a todos que me ajudaram desde que cheguei ao Flamengo. O (Carlos) Noval, que está pedindo muito para eu ficar, mas não é comigo, não sou eu que decido. Momento difícil, estou onde sempre sonhei, hoje posso estar me despedindo da maior torcida do mundo, ao lado da minha família, amigos, todo mundo presente. Só quero agradecer. Não imaginava estrear no profissional tão cedo, e com 17 anos posso sair para jogar no Real Madrid.

Apesar de toda a atmosfera criada para Vinicius Junior, o Flamengo não teve facilidade e precisou do trabalho coletivo para garantir os três pontos e completar a festa. Diego, com toque de sorte, contou com desvio na barreira para marcar o primeiro de falta, ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa brilhou a estrela de Barbieri. Numa mexida dupla, sacou Jean Lucas e Dourado e promoveu as entradas de Willian Arão e Felipe Vizeu. Resultado imediato: cruzamento do camisa 5, gol do atacante e mais uma vitória no Brasileirão.

A vitória teve ainda mais gosto de liderança do Flamengo. Agora são seis pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG (26 a 20). O Paraná segue com o sinal de alerta ligado. A equipe de Micale termina a 11ª rodada do Brasileirão na 19ª colocação, com nove pontos.

Já negociado com a Udinese, da Itália, Felipe Vizeu mostrou mais uma vez ter estrela. Foi o terceiro jogo seguido que o garoto balançou a rede ao sair do banco no segundo tempo. O jogo, que era festa de despedida para Vinicius Junior, acabou com celebração para a outra revelação da base rubro-negra, que aproveitou o carinho dos torcedores para destacar o amor pelo Flamengo.
.
- Momento de muita felicidade. Sei o que é representar o Flamengo, sou criado aqui. Sempre honrei esse manto e tenho certeza que futuramente vou poder honrar o manto novamente.

O Paraná praticamente não criou contra o Flamengo. Sem poder ofensivo, tentou fortalecer a defesa e sair por uma bola. Mas não teve sucesso no Maracanã. O momento é de concentrar as forças no Cruzeiro, adversário desta quarta, às 19h30 (de Brasília), no Durival Britto, para tentar chegar à parada da Copa do Mundo fora da zona da degola.

Globo Esporte