Em jogão, Messi marca duas vezes, mas Barcelona tem primeira derrota em casa no Espanhol diante do Betis

(Foto: Albert Gea/Reuters)


A vitória do Betis sobre o Barcelona por 4 a 3, neste domingo, em pleno Camp Nou, foi um belíssimo espetáculo de futebol. A equipe visitante não se apequenou diante do líder do Campeonato Espanhol - que foi reforçado pelo retorno de Messi, recuperado de lesão - e partiu para cima. Aos 19 minutos, abriu o placar com Junior Firpo e ampliou aos 33 com o experiente Joaquín. No retorno do intervalo, o Barça pressionou desde o início da etapa final. A equipe diminuiu aos 22, quando Messi converteu pênalti sofrido por Jordi Alba. No entanto, apenas três minutos depois, o Betis voltou a ampliar a vantagem, com Lo Celso, após falha bizarra de ter Stegen. Mesmo com o baque, o time da casa não jogou a toalha, e Vidal, que entrou no segundo tempo, balançou a rede para os donso da casa. Só que, mais uma vez, o Betis estragou a festa, com gol de Canales. Nos acréscimos, Messi voltou a marcar, em gol validado pelo VAR, mas o Barcelona não conseguiu evitar a primeira derrota em casa no Campeonato Espanhol.

Com o resultado, o Barcelona segue com os mesmos 24 pontos no Campeonato Espanhol. Só que a equipe passa a ser vigiada de perto pelo Atlético de Madrid, que venceu o Athletic Bilbao e está a um ponto da liderança. Na próxima rodada, as equipes se enfrentam no dia 24, às 17h45 (horário de Brasília), no Estádio Metropolitano.

Já o Betis chegou aos 16 pontos, subindo para a 12ª posição. Na próxima rodada, a equipe visita o Villarreal, no dia 25, às 17h45 (de Brasília), no Estádio El Madrigal.

O Betis não vencia um jogo do Campeonato Espanhol no Camp Nou desde 1998 - há 20 anos. A equipe perdeu 15 dos 17 jogos que havia disputado até então.

Foi a primeira vez na história que o Barça perdeu em um jogo em que Messi marcou pelo menos duas vezes. Além disso, a equipe não perdi em casa em um jogo de la Liga desde 2016.

De volta após se recuperar de lesão, Messi marcou dois gols e alcançou Suárez na artilharia do Campeonato Espanhol, com 9 gols cada.

Justamente na partida em que se tornou o goleiro alemão com maior número de aparições no Campeonato Espanhol (92 jogos), Ter Stegen acabou falhando feio no terceiro gol do Betis.

Globo Esporte