terça-feira, 29 de novembro de 2016

Clubes pedem a CBF que Chapecoense não seja prejudicada pelos próximos três anos

(Foto: Reprodução)

Por Nicholas Araujo
Redação Blog do Esporte


A cada momento surgem novas informações sobre o que aconteceu com o avião da equipe da Chapecoense que caiu na Colômbia matando 76 pessoas e deixando apenas cinco sobreviventes. No Brasil, equipes se desdobram para amenizar as perdas irreparáveis de profissionais da comissão técnica, jogadores, jornalistas e tripulação.

Alguns clubes como Corinthians, Palmeiras e Grêmio emitiram uma nota na tarde desta terça-feira (29) pedindo a CBF e a outros clubes que ajudem a equipe catarinense a se reestruturar, cedendo alguns jogadores de forma gratuita e que a Confederação não rebaixe a equipe para a série B, caso o alviverde fique na zona de rebaixamento, pelas próximas três temporadas. Confira a nota oficial:

Neste momento de perda e de profunda tristeza, nós, presidentes dos clubes brasileiros que publicam esta nota, gostaríamos de manifestar nossos mais sinceros sentimentos de pesar e solidariedade à Associação Chapecoense de Futebol e seus torcedores, e em especial às famílias e amigos dos atletas, comissão técnica e dirigentes envolvidos na tragédia ocorrida na madrugada desta terça-feira (29).

Mesmo cientes dos prejuízos irreparáveis provocados por este terrível acontecimento, os clubes entendem que o momento é de união, apoio e auxílio à Chapecoense.

Neste sentido, os clubes anunciam Medidas Solidárias à Chapecoense, que consistirão, dentre outras, em:

(i) Empréstimo gratuito de atletas para a temporada de 2017; e
(ii) Solicitação formal à Confederação Brasileira de Futebol para que a Chapecoense não fique sujeita ao rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro pelas próximas 3 (três) temporadas. Caso a Chapecoense termine o campeonato entre os quatro últimos, o 16º colocado seria rebaixado.

Trata-se de gesto mínimo de solidariedade que se encontra ao nosso alcance neste momento, mas dotado do mais sincero objetivo de reconstrução desta instituição e de parte do futebol brasileiro que fora perdida hoje.

#ForçaChape

Até o momento, Santos, Vasco, Portuguesa, São Paulo, Joinville, Coritiba, Corinthians, Palmeiras, Grêmio, Flamengo, Botafogo, Cruzeiro e Atlético-PR aderiram ao movimento.

No entanto, a CBF prefere manter cautela com os anúncios dos próximos passos para as competições, como Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, por exemplo. Walter Feldman, secretário-geral da CBF, fez um pronunciamento na porta da Confederação, no Rio de Janeiro, apenas ressaltando que as datas foram adiadas e o que o momento é de tranquilizar os familiares e reconhecer os corpos na Colômbia.

"Não há clima, são todas as atividades. Estamos concentrados apenas na ajuda à Chapecoense. E sabemos que todos os clubes estão assim. Uma semana sem nada. E nada a pensar fora disso. Final da Copa do Brasil será na próxima quarta-feira. E a rodada do Brasileiro será no dia 11/12", completou. O evento da próxima segunda-feira, quando seria revelado os melhores do Brasileirão, também foi cancelado.

Adalberto Preis sugere que clubes emprestem atletas à Chape (Foto: Rodrigo Rodrigues/Grêmio)