sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Grêmio busca reverter punição após perda de mando de campo na Copa do Brasil

(Foto: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

Por Redação Blog do Esporte


O Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) definiu na última semana que o Grêmio não poderá mandar a final da Copa do Brasil em sua arena, em Porto Alegre. A 4ª Comissão Disciplinar do STJD puniu o time após Carol Portaluppi, filha do técnico gremista Renato, invadir o campo ao fim do jogo contra o Cruzeiro, pelas semifinais da competição.

Logo após a reunião que definiu a punição, os advogados do Grêmio iniciaram uma série de encontros para protocolar o recurso solicitado ao Pleno do STJD. O pedido deve ser encaminhado até nesta sexta-feira (18) e será analisado na próxima semana. O recurso poderá aceitar ou não a solicitação da equipe, que implicaria no retorno do jogo decisivo para a Arena do Grêmio.

A punição ocorreu após Carol Portaluppi entrar no gramado após o jogo que deu ao time gaúcho a vaga para a final da Copa do Brasil. No entanto, o STJD entendeu que a atitude foi irregular, e com a maioria dos votos, optou pela perda de campo de uma partida e aplicação de multa ao tricolor. Como o calendário só resta a final, o Grêmio terá que atuar em outro estádio caso não tenho recurso aceito.