domingo, 27 de novembro de 2016

Ponto Opinião: Palmeiras se renova após rebaixamento e "invasão argentina"

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


Palmeiras é campeão brasileiro de 2016. De forma incontestável, a equipe liderou quase todo o campeonato e viu rivais como Flamengo, Santos e Atlético MG seguirem de longe sua liderança. Após a partida contra a Chapecoense e a derrota do Santos, o Verdão levantou o caneco após 22 anos de jejum que culminou em problemas e seu rebaixamento para a série B do campeonato.

O ano parecia que teria repeteco de 2015, mas a chegada de Cuca mudou este parâmetro. Paulo Nobre buscou mudar a equipe após o descenso. A chegada do técnico Gareca mostrou os problemas do clube. A “invasão” de jogadores argentinos preteridos por Gareca foi um tiro pela culatra, já que o treinador foi demitido precocemente do cargo.

Em 2016, os capítulos foram escritos de outras maneiras. De forma brilhante, a equipe passou por todos os adversários, deixou para trás Flamengo, Santos, Atlético Mineiro e Grêmio e viu adversários como Corinthians, São Paulo e Internacional sofrerem com más administrações e saídas precoces de elenco.

(Foto: Reprodução/Twitter)

O Palmeiras jogou no erro dos adversários. Soube crescer em um momento de crise no futebol nacional e nos inúmeros problemas envolvendo clubes e CBF. Soube crescer no momento certo e trazer um treinador com ótima habilidade e qualidade como Cuca. Soube ser grande em momentos pequenos dos rivais. Soube ser Verdão e gigante em momentos importantes.

Agora o momento é de comemoração, alívio e férias. 2017 está aí com muito mais emoção e o Palmeiras continua a ser o time a ser batido. Palmeiras é grande em momento conturbado do Brasil. 

Palmeiras tem história, camisa, tradição e fidelidade com o torcedor. Mesmo com os problemas antigos, o Palmeiras hoje é diferente, é parecido com as Academias e defende com poderio os inúmeros ídolos e títulos. Palmeiras é gigante em 2016. 

(Foto: Reprodução/Twitter)