terça-feira, 22 de novembro de 2016

Robert Kubica impressiona em teste com carro do Mundial de Endurance

(Foto: Reprodução)


Mesmo com as lesões remanescentes do acidente de rali em 2011, Robert Kubica impressionou em sua primeira experiência com um protótipo de LMP1, principal classe do Mundial de Endurance. O ex-piloto de Fórmula 1 guiou um CLM P1/01 pela equipe ByKolles nos testes do Bahrein, no último domingo. Ele anotou e 1m47s222, tempo respectivamente melhor 2s5 e 5s7 do que os anotado por Pierre Kaffer (1m49s708) e Francesco Dracone (1m52s993), que guiaram o mesmo carro que o polonês de 31 anos.

Este foi o carro mais veloz que Kubica guiou desde o acidente que impediu a continuidade de sua promissora carreira na F1. Desde então, o polonês disputou competições de rali, sendo campeão mundial na divisão secundária em 2013. Neste ano, voltou aos autódromos ao disputar as 12 Horas de Mugello e as 6 Horas de Vallelunga. O bom desempenho deixou o piloto confiante em uma possível participação na temporada 2017 do Mundial de Endurance.

- Talvez sim. Estou confiante de que posso fazer stints mais longos, o que é muito importante. A classe LMP1 é tipo a F1 com rodas cobertas - disse.

Como sua participação no teste foi confirmada de última hora, não foi possível adaptar o carro completamente às necessidades de Kubica, que possui sequelas nas mãos e braços direitos em decorrência do acidente de 2011.

- Fui convidado em cima da hora, na quinta. Vim aqui apenas para ver se conseguia guiar o carro, e como eu me sentiria. Devido a minhas limitações, nem todos os carros eu posso guiar. Não deu tempo de fazer as modificações. Não estava 100% para mim, mas foi apenas para ver como eu me sentia em um carro desses. Fisicamente não foi problema, a questão principal é espaço e precisaríamos fazer algumas modificações no cockpit.

O mais rápido do dia foi Neel Jani, campeão mundial deste ano com a Porsche no trio formado com Marc Lieb e Romain Dumas. O suíço anotou 1m42s137. O melhor novato do teste foi o americano filho de brasileiro Gustavo Menezes, 1m43s626, também com o Porsche 919 Hybrid.

- Os carros de fábrica são muito mais velozes que o nosso, um nível completamente diferente - ressaltou.

Globo Esporte