segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Santos protesta sobre confusão de horário e árbitro relata frase polêmica em súmula

(Foto: Denny Cesare

Por Nicholas Araujo
Redação Blog do Esporte


O árbitro Bráulio da Silva Machado relatou na súmula do jogo entre Santos e Ponte Presta o protesto feito pela equipe santista na partida do último domingo (6), em Campinas. O Santos trazia nas costas de cada jogador, acima da numeração, a frase “faltou respeito” em razão da mudança repentina da data do jogo no Estádio Moisés Lucarelli.

Com a insatisfação, o Santos entrou em campo com a frase estampada nos uniformes. A partida contra a Ponte seria no sábado a noite, mas foi reagendada para domingo as 11h. De acordo com informações, a equipe santista ameaçou no entrar em campo, mas em seguida decidiu disputar o jogo.

O motivo da mudança foi um pedido da Polícia Militar para evitar um encontro de torcidas, já que o Guarani estaria decidindo na noite de sábado o título da série C do Brasileiro. Mesmo que o jogo ocorreu em Varginha (MG), a PM previu que alguns torcedores bugrinos se reuniriam em frente ao Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, que fico próximo ao estádio da Macaca.

No sábado, o Santos publicou uma nota de repúdio sobre o caso, ressaltando que a mudança já estava definida desde o dia 23 de outubro, mas a equipe só foi informada na sexta-feira à noite, com pouco menos de 24 horas para o início da partida no sábado. A partida, no domingo, terminou em 2 a 1 para o Santos.

Confira a descrição na súmula feita pelo árbitro Bráulio da Silva Machado (SC):

No início da partida identificamos na camisa da equipe do Santos FC nas costas acima da numeração uma frase com os seguintes dizeres: "faltou respeito". Diante disso a inspetora de árbitros Ana Paula de Oliveira perguntou a comissão técnica do Santos FC do que se tratava e foi informada que refere-se a um protesto relacionado a alteração da data da partida.