quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Vai Dar Jogo e Botafogo firmam parceria para o futebol em Ribeirão Preto, SP

VDJ foi criada há três anos em Ribeirão Preto (Foto: Reprodução/Facebook)

Por Nicholas Araujo
Ribeirão Preto, SP


A “Vai Dar Jogo”, liga criada há três anos para times e jogadores de futebol não profissionais em Ribeirão Preto (SP), e que também se estendeu para Campinas (SP), firmou uma grande parceria com o Botafogo Futebol Clube. Segundo a VDJ, a ideia é trazer para as equipes participantes da liga uma maior realidade do futebol profissional.

A liga VDJ conta com uma estrutura completa para o desenvolvimento do futebol profissional para as equipes amadoras. A liga conta com filmagem e fiscalização, site, aplicativo com notícias, mesa redonda e premiações. Uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (17) oficializou a parceria entre o tricolor e a liga não profissional.

Segundo o diretor de marketing do Botafogo, Ary Engracia Neto, a parceria estampará a marca do clube em vários campeonatos organizados pelo Vai dar Jogo, além da vivência desses jogadores próximos ao Pantera. “A marca Botafogo estará em quadras e campos de futebol para que todos reconheçam e possam estar mais perto do clube. Teremos também ações para o futebol feminino e para as crianças que queiram praticar futebol”.

O projeto para as mulheres, de acordo com Laura Louzada, coordenadora de marketing do tricolor, será benéfico e trará frutos a curto prazo. "Temos o projeto para o futebol feminino, que também é um dos requisitos do Profut que o Botafogo aderiu, e o Vai Dar Jogo vai estar junto com a gente. A ideia é que até 2018 esse projeto já esteja bem mais desenvolvido e as mulheres que participam do Vai Dar Jogo possam defender as cores do Botafogo", explica.

Atualmente, o Vai Dar Jogo conta com 5,7 mil atletas distribuídos entre Ribeirão (4,5 mil jogadores) e Campinas (1,2 mil jogadores). De acordo com o diretor do Vai Dar Jogo, Bruna Pala, a ideia é trazer a sensação do futebol profissional para os clubes da Liga, que conta com pessoas de todos os segmentos, classes, idades e gêneros.

“Faltam incentivos aos atletas não profissionais, eles também querem sentir aquele status do profissional, também querem ter vídeos dos seus melhores momentos, ter um ambiente saudável para competir e se comparar com outros times da cidade e é exatamente isso que o Vai Dar Jogo proporciona”, diz.

Ainda segundo Pala, toda a estrutura da VDJ traz para o não profissional aquela sensação dos grandes jogos de Barcelona, Corinthians e Manchester, por exemplo. “Isso incentiva o esporte, traz mais benefícios culturais, educacionais e sociais e é nisso que o Vai Dar Jogo, e agora o Botafogo, vem para somar, levando isso para o máximo de pessoas possíveis”.

A Liga, que teve início há três anos em Ribeirão, irá se expandir para as cidades de Belo Horizonte (MG), Hortolândia (SP) e Sumaré (SP) em 2017, se tornando, de acordo com dados da VDJ, a maior liga de futebol não profissional do Brasil.

Desafio das Estrelas

A parceria também envolve as dependências do Estádio Santa Cruz. O gramado será utilizado para o “Desafio das Estrelas”, que reunirá os melhores atletas e melhores times do Vai Dar Jogo. “Eles [os jogadores] jogarão no mesmo gramado onde jogou Sócrates, [o estádio é] um dos maiores templos do futebol do interior de São Paulo, agora também será o templo dos melhores jogadores não profissionais. Que incentivo a mais não podíamos oferecer do que essa parceria que revoluciona o futebol não profissional?”, destaca Pala.

O “Desafio das Estrelas” acontece no dia 26 de novembro, as 9h30, no Santão. O primeiro jogo será entre a seleção da categoria Acesso e o melhor time da liga. Na sequência, entrarão em campo os atletas e times das séries Prata, Ouro e Diamante.  

Liga chegará para mais três cidades em 2017 (Foto: Reprodução/Facebook)