segunda-feira, 23 de maio de 2016

Gols e Santa alegram. Badalado Palmeiras decepciona

(Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA)


A alegria da volta dos gols foi destacada depois de uma primeira rodada pífia, de apenas 1,4. Agora, mais do que dobrou, para 3,1. "Os 31 gols significam um alento depois dos 14”, falou Juca Kfouri. “Dá mais alegria quando isso ocorre", destacou Menon.

A decepção ficou por conta do Palmeiras, de quem se esperava muito. "O que mais me chamou a atenção na rodada foi o equilíbrio, e a maior decepção a derrota do Palmeiras. Imaginava pelo menos um empate", comentou PVC.

O clube alviverde, que ganhou status de favorito na primeira rodada, foi o principal alvo de vários comentaristas na TV pelo fraco desempenho.

E quem encantou? "Gostei do Santa Cruz. Time bem armado, com vocação ofensiva e bola bem trabalhada", analisou Mauro Beting, blogueiro do UOL.

Levir pede mais educação
O técnico Levir Culpi, do Fluminense, se irritou com o pênalti sofrido por Grafite, do Santa Cruz. De acordo com o comandante, o ocorrido é resultado da falta de educação do brasileiro. "Já nascemos querendo enganar o arbitro. É cultura nossa".

Vitória e pedido de casamento na Arena
O Grêmio venceu o Flamengo por 1 a 0, mas ainda no intervalo já tinha gremista feliz. Diego Centofante, de 28 anos, combinou com a assessoria de imprensa do estádio gremista para pedir sua namorada Miriam Katiuscia, também de 28 anos. Deu tudo certo: ela disse sim.
 ler mais

Guerrero com mais cartões que gols
A fase de Guerrero não é boa no Flamengo. Contra o Grêmio, o atacante recebeu mais um cartão amarelo, o 15º desde que chegou ao clube, dois a mais que o número de gols: 13. Para piorar, o peruano perdeu gol livre na área gremista. E se o dia já estava ruim, ficou pior com o chapéu levado do zagueiro Geromel.

O ídolo na lembrança
Antes de a bola rolar contra o Internacional, a torcida do São Paulo lembrou do antigo técnico Muricy Ramalho, com gritos de "É, Muricy!". O atual treinador do Flamengo foi internado na última terça-feira por causa de uma arritmia e ainda não confirmado seu retorno ao clube carioca.

Língua afiada na TV

"Quis fazer gol do Fantástico"
Cleber Machado não perdoou ao ver o meia-atacante do Corinthians Marquinhos Gabriel enfeitar demais em um lance e perder um gol. "O Marquinhos Gabriel quis fazer gol de artista. O Marquinhos Gabriel quis fazer pintura. Se faz, se passa pelo Fernando Miguel, era golaço. Lembra do gol do Fantástico? Ia ser candidato", falou.

"O São Paulo não é tudo isso"
Único time brasileiro classificado às semifinais da Libertadores, o São Paulo ganhou neste domingo a desconfiança do comentarista Edmundo, da Band. "O time não é essa coisa toda. Ganhou fora de um Botafogo que é frágil e na hora que encarou um adversário mais forte, e numa competição que ele não tá tão interessado assim, teve dificuldade'', disparou.

Palmeiras? "Até agora nada aconteceu"
Roger Flores disse que o Palmeiras correspondeu à expectativa criada pela quantidade de contratações nos últimos tempos. "Você cria uma expectativa muito grande, pelo investimento que o Palmeiras vem colocando desde o ano passado, expectativa em cima do torcedor de montar um time competitivo, com grandes nomes e até agora não aconteceu."

UOL Esporte