Sport sai atrás, mas vira sobre o Inter na Ilha do Retiro e respira na luta contra a degola

(Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)


No duelo do vice-lanterna com o vice-líder, prevaleceu a raça de quem está obstinado a escapar da degola. E deixou tudo em campo para buscar a retomada. Nesta sexta-feira, o Sport até viu o Inter sair na frente, com Nico López. Mas batalhou até o fim e arrancou uma virada valiosa por 2 a 1 na Ilha do Retiro, pela 29ª rodada do Brasileirão. Adryelson e Mateus Gonçalves anotaram os gols valiosos do Leão em sua saga contra o Z-4.

Com a vitória, o Sport sobe para 27 pontos e respira em sua saga contra a degola, mesmo que siga na vice-lanterna. O Inter, por sua vez, se mantém na vice-liderança, mas pode cair até para a quarta colocação com o complemento da rodada.

O Sport volta a campo em 14 de outubro, às 19h, quando enfrenta o Atlético-PR na Arena da Baixada pela 29ª rodada do Brasileirão. No mesmo domingo, mas às 16h, o Inter recebe o São Paulo no Beira-Rio em confronto direto na ponta de cima da tabela.

Os primeiros 45 minutos de partida arrancaram bocejos nas arquibancadas da Ilha do Retiro, dado o ritmo sonolento das duas equipes. Em situação delicada, o Sport até adotou postura mais incisiva, mas esbarrou na solidez defensiva colorada, com uma estratégia de jogo reativa, de atuar mais recuado e sem a bola. Prova disso é que o Leão só levou perigo em chute de fora da área de Michel Bastos – como falso 9, ele até balançou as redes, mas em lance em que o árbitro já havia assinalado impedimento. O Colorado, por sua vez, só ameaçou na bola parada, em cabeçada de Klaus.

Após um primeiro tempo de apatia total, as duas equipes enfim atribuíram emoção à partida numa segunda etapa "quente". Logo no primeiro minuto, Rodrigo Dourado deixou Patrick em boa condição para finalizar dentro da área. O chute, porém, foi em cima de Magrão, que fez boa defesa. Mesmo sem pressionar, o Inter abriu o placar, graças a um erro na saída de bola do Sport. Aos 21, a bola sobrou para D'Alessandro, que "pifou" Nico López dentro da área. O uruguaio mandou colocado, cruzado, e estufou as redes.

O Leão não se abateu com o baque do gol e se lançou ao ataque para buscar a virada. E o fez ao aproveitar falhas da defesa colorada. Aos 32, Adyrelson subiu de cabeça com liberade e completou para as redes após cobrança de escanteio. Os pernambucanos seguiram na pressão e acharam a virada na mesma moeda que sofreu o primeiro tento do jogo. Charles errou em frente à área e deixou Michel Bastos em condições de servir Mateus Gonçalves, que tocou na saída de Lomba e estufou as redes, já aos 42.

Fazia tempo, mas o Sport enfim voltou a vencer no Brasileirão. Após cinco jogos com quatro derrotas e um empate, a equipe encerrou a seca nesta sexta-feira, com a primeira vitória sob o comando de Milton Mendes.

Longe de viver uma noite das mais inspiradas, o Inter encontrou seu gol graças a um erro forçado na saída de bola do Sport. E ao talento de uma dupla afinada no espanhol. Aos 21 do segundo tempo, D'Alessandro recebeu na entrada da área e deixou Nico López na cara de Magrão, com o trabalho de finalizar colocado, cruzado, e estufar as redes.

O gol colorado parece ter mexido com os brios do Sport. Obsttinado a escapar da situação delicada na tabela, o Leão enfim conseguiu reagir e buscou a virada, por seus méritos, mas também graças a um erro de Charles na saída de bola, no gol anotado por Mateus Gonçalves. A vitória, do jeito que foi, contra um rival que briga pelo título, serve para restabelecer a confiança da equipe para tentar deixar a vice-lanterna e escapar da queda.

Globo Esporte