quinta-feira, 21 de abril de 2016

Para chefe da Red Bull, medo de perder domínio deixa Mercedes 'paranoica'

(Foto: Mark Thompson/GettyImages)


Paranoico. É como o consultor da Red Bull, Helmut Marko, definiu o chefe da Mercedes, Toto Wolff. Para o austríaco, seu compatriota teme que sua equipe perca o domínio conquistado desde 2014 caso as mudanças de regulamento propostas para o ano que vem saiam do papel.

Após a disputa de três provas bastante movimentadas neste início de campeonato, Wolff veio a público questionar se tais mudanças, que devem tornar os carros mais rápidos e agressivos, são realmente necessárias. Porém, Marko interpreta estas declarações como um claro sinal de que Wolff teme que a Mercedes saia perdendo.

"Temos tido muita sorte em ver boas corridas, mas não foram corridas normais. Sempre houve alguém que veio detrás e que, na verdade, não deveria estar ali", defendeu Marko. "À exceção de Toto e às equipes que devem segui-lo porque têm contrato com a montadora [Mercedes], todo mundo pensa [que as mudanças devem seguir adiante]. Sergio Marchionne [da Ferrari] também está totalmente certo disso", assegurou.

"Só Toto Wolff tem esse medo paranoico de que a Mercedes vai perder sua superioridade se mudarmos mesmo as menores coisas no motor ou no carro. Wolff está fazendo tudo o que pode para prevenir qualquer modificação. Para nós, está claro que as regras de 2017 vão mudar."

Espera-se que a decisão final sobre o novo pacote aerodinâmico seja tomada até o final deste mês.

UOL Esporte