quinta-feira, 7 de abril de 2016

Sistema antigo de classificação retorna a F1 após protesto de equipes

(Foto: MOHAMMED AL-SHAIKH/AFP)


Modificado no início do ano pela presidência da Fórmula 1, o novo sistema de classificação para os Grandes Prêmios será extinto. Unidas, as equipes entregaram um documento para dirigentes da categoria, criticando o novo sistema classificatório.

Basicamente, o sistema qualifica os pilotos por meio de um sistema eliminatório. Em desacordo, as equipes reclamaram, desde o GP de abertura da temporada, de que o novo sistema dificulta o desempenho das equipes durante a qualificação. Para que a mudança ocorresse ainda em 2016, todas as equipes, a federação (FIA) e detentores dos direitos comerciais (FOM) deveriam concordar de forma unânime, o que está sendo barrado pelos dirigentes, que não queriam a volta do sistema de 2015.

A mudança na qualificação ocorreu semanas antes do início da temporada. Adotado, as montadoras alegaram que a pista ficava longos períodos vazia, o que minimizava o espetáculo e desagradava os fãs da Fórmula 1 que assistiam os treinos. O sistema antigo será novamente adotado no dia 17 de abril, no GP da China.