sábado, 29 de setembro de 2018

Em jogo com arbitragem polêmica, Comercial-SP empata com Flamengo e avança à semifinal

(Foto: Beatriz Moreno)


A arbitragem confusa marcou a classificação do Comercial à semifinal do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Na tarde deste sábado, no Palma Travassos, nem o técnico Pinho, o atacante Michel Renner ou o bom Zé Gatinha, do Flamengo-SP, tiveram tanto destaque como o juiz Salim Fende Chavez. Ao voltar atrás em um pênalti marcado para o Corvo e depois validar um gol do Leão na etapa final mesmo com o assistente apontando irregularidade no lance, Chavez roubou os holofotes para si. O Comercial, sem culpa na polêmica, aproveitou o empate por 1 a 1 e celebrou sua classificação para disputar o acesso à Série A3 de 2019.

Dois lances marcaram a partida. Aos 26 minutos do primeiro tempo, o atacante Zé Gatinha caiu na área após disputar lance com Michel Renner e o árbitro Salim Fende Chavez apontou a marca do pênalti. Porém, avisado pelo auxiliar Diogo Correia dos Santos, voltou atrás.

Aos 36 da etapa final, a marcação mais polêmica. O goleiro Matheus Santillo saiu mal do gol, disputou com Michel Renner pelo alto e a bola parou no fundo da rede do Fla. Num primeiro momento, Chavez validou o gol, mas foi chamado pelo assistente Leandro Matos Feitosa e voltou atrás. Após muitas reclamações e consultas entre os árbitros, novamente a decisão mudou e foi decretado o 1 a 1 no placar da Joia, que levou o Leão do Norte à decisão do acesso à Série A3 do Paulista.

Mesmo com a queda de rendimento nítida na terceira fase da competição, o Comercial chega à semifinal com a melhor campanha e vai enfrentar o São José no mata-mata. O Leão tem a vantagem de poder jogar pelo resultado agregado igual ao fim dos dois confrontos.

As datas das partidas serão determinadas pela Federação Paulista de Futebol no início da semana. O primeiro jogo será no Martins Pereira, e a decisão do acesso será no Palma Travassos.

O outro confronto será entre Inter de Bebedouro e Primavera, com vantagem para o Lobo Vermelho.

Globo Esporte