sábado, 15 de setembro de 2018

Bruno Silva sai de ambulância após choque com Luiz Gustavo em Vasco x Flamengo

(Foto: Reprodução)


Um lance causou apreensão no empate por 1 a 1 entre Vasco e Flamengo. Aos 27 minutos do 2° tempo, o volante Bruno Silva, do Cruz-Maltino, chegou a ficar desacordado após um violento choque com o companheiro de time Luiz Gustavo.

O jogador de 30 anos precisou ser imobilizado e deixou o gramado de ambulância direto para uma clínica particular em Brasília, especializada em ortopedia. O defensor sequer parou no posto médico do Mané Garrincha.

Os primeiros exames feitos pelo jogador foram animadores. A tomografia de crânio e cervical realizada em Bruno Silva não apontou alterações. Com isso, a hipótese de lesão cervical, a princípio, está descartada. Esta era a maior preocupação dos médicos.

O jogador, no entanto, não retornará ao Rio com a delegação, na madrugada deste domingo. A tendência é ficar mais um dia em observação na clínica em Brasília. O médico Marcos Teixeira ficará com ele.

O choque

Luiz Gustavo derruba Bruno Silva que deixa o gramado de ambulância

No choque, o volante foi atingido no rosto pelo ombro do zagueiro. Na queda, bateu com a cabeça no chão. Na sequência, Luiz Gustavo ainda caiu sobre Bruno. Cientes da gravidade, árbitros e jogadores rapidamente pediram atendimento médico.

Bruno Silva chegou a ficar desacordado no gramado. Instantes depois, despertou. Ele foi imboilizado e deixou o campo de ambulância. O volante foi encaminhado a um hospital da região. Aos médicos, Bruno se queixou de dores na cabeça, no pescoço e na perna direita.

Na saída do veículo, uma situação inusitada. A ambulância não conseguia se locomover e precisou ser empurrada por jogadores para "pegar no tranco" e deixar o gramado.

- É a primeira vez (que empurra ambulância na carreira), cena lamentável. Achei até que o motorista estava de brincadeira (risos), mas ele disse que tinha desligado, não pegou, e ele pediu nossa ajuda. Felizmente a gente conseguiu empurrar um pouquinho, ele conseguiu fazer com que a ambulância pegasse no tranco para socorrer o Bruno. Espero que tenha dado tempo de atendê-lo e que ele fique bem o quanto antes - disse o zagueiro Réver, um dos que empurraram o veículo.

Globo Esporte