sexta-feira, 24 de março de 2017

Com saque forte, Nadal inicia a busca por título inédito em Miami com vitória

(Foto: Getty Images)


Rafael Nadal deu um importante passo na busca pelo inédito título no Masters 1000 de Miami. Superior técnica e taticamente, o espanhol, sétimo do mundo, passeou em quadra e aproveitou para fazer uma espécie de treino de luxo em sua estreia no torneio. Agressivo, o Toro Miúra colocou em jogo 71% dos primeiros saques e levou a melhor em 83% dos pontos em seu serviço. derrotou o israelense Dudi Sela (83º) por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. No único encontro anterior entre os tenistas, na terceira rodada do Aberto da Austrália de 2015, também deu Nadal. Na terceira rodada, o espanhol mede forças com o alemão Philipp Kohlschreiber (31º).


Se conquistar o título em Miami, o espanhol poderá voltar ao top 4 mundial. Maior vencedor da história em Masters 1000, com 28 conquistas em simples, Nadal nunca venceu em Miami, Xangai e Paris. Ao todo, o Toro Miúra tem 69 troféus na coleção, incluindo 14 Grand Slams. 

A agressividade de Nadal também o levou a cometer alguns erros, contudo, ele não perdeu as rédeas da disputa em um momento sequer. A fragilidade dos golpes de Sela, principalmente, no fundo de quadra, abriram espaço para o espanhol dominar o primeiro set, abrindo 4/1. O adversário ainda esboçou uma reação e acertou três winners, mas nada que ameaçasse a soberania do ex-número um do mundo, que, a esta altura, tinha nove bolas vencedoras. Com um saque poderoso, Nadal freou o israelense e fechou a parcial em 6/3. 

O segundo set foi mais equilibrado. Sela ganhou confiança e voltou renovado, pontuando com belos voleios à la Roger Federer. Nadal entrou em ritmo de treino, forçou algumas jogadas e cometeu erros incomuns, tornando a disputa mais acirrada. Por pouco, ele não foi quebrado no começo, mas salvou dois break-points: 3/3. Com dificuldade para defender os ataques de Nadal no fundo, o israelense tentou levar perigo em subidas de rede, mas falhou nos momentos cruciais e cedeu a quebra. Faltava pouco para o Toro Miúra. Com tranquilidade, ele confirmou os seus games de serviço variando bem os saques, chegou a 6/4 e selou a vitória.

Globo Esporte