quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Djokovic tira algoz de Federer do caminho e avança às semifinais em Nova York

(Foto: Reprodução)


Sem dar chance para o azar, Novak Djokovic carimbou seu passaporte às semifinais do US Open. Dominante, o ex-número 1 do mundo (hoje em 6º lugar) derrotou o australiano John Millman (55º) por 3 a 0 (parciais de 6/3, 6/4 e 6/4) na noite desta quarta-feira em Nova York (já madrugada de quinta no Brasil) e ficou a um passo da decisão do Grand Slam dos Estados Unidos. O triunfo do sérvio colocou ponto final às “travessuras” de Millman, protagonista da maior zebra do torneio ao eliminar Roger Federer nas oitavas.

Nas semifinais, Djokovic vai encarar o japonês Kei Nishikori, número 21 do mundo. A outra semi terá o espanhol e líder do ranking Rafael Nadal diante do argentino Juan Martín Del Potro (3º colocado). Os dois embates serão realizados na sexta-feira, dia 7, na quadra central do US Open.

A partida

O sérvio começou abrindo 1/0 com o saque em mãos. Se impondo desde o início, Djoko trabalhou o fundo da quadra e em seguida abriu 2/0, quebrando o serviço do australiano. Com quase 80% de aproveitamento no primeiro saque, Djokovic logo chegou ao 3/0 sobre Millman. O australiano só conseguiu vencer um game com 20 minutos de duelo, trazendo a diferença para 3/1. Com o jogo em 4/1, Millman precisou de 21 minutos para confirmar seu saque de novo. Foram oito igualdades. Apesar da luta do rival, Djokovic fechou o primeiro set em 6/3 e saiu na frente.

Mais confiante, Millman sofreu, mas conseguiu abrir sacando para fazer 1/0 em game com bela recuperação. Djokovic, sem cansar, empatou em 1/1. Os dois games seguintes mantiveram o roteiro e a igualdade em 2/2. Neste instante, aconteceu o momento mais curioso da partida. Millman foi para os vestiários para trocar os uniformes completos por estar suado demais por conta do calor de Nova York. E Djoko, sentado, tirou a camisa e fez como se estivesse na praia, tomando sol. Após o descanso, ambos voltaram e confirmaram o saque: 3/3. Em mais uma "rodada" de troca de pontos, nova igualdade, agora em 4/4. Ponto final para o equilíbrio, pois o sérvio assumiu o controle e fechou a parcial: 6/4.

Disposto a resolver logo a parada no terceiro set e selar a classificação, Djokovic quebrou o serviço de Millman no terceiro game e em seguida confirmou o seu, abrindo 3/1 e se aproximando do triunfo. No sétimo game, Djoko teve a chance de fazer 4/2, mas John Millman deu o troco, devolveu a quebra e virou para 4/3. Parou aí, no entanto, a reação da zebra australiana. Novak Djokovic venceu todos os games restantes e liquidou a fatura, passando sem sustos às semis em NY.

Globo Esporte