domingo, 26 de agosto de 2018

Vettel vence corrida marcada por acidente na primeira curva

 (Foto: John Thys/AFP)


Deu Vettel em Spa-Francorchamps. Neste domingo, pelo Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, o piloto da Ferrari ultrapassou o rival Lewis Hamilton, da Mercedes, ainda na primeira volta, e não permitiu que sua liderança fosse ameaçada pelo restante da corrida, 13ª do calendário da modalidade em 2018.


Com o resultado, o alemão conquistou 25 pontos e atingiu a marca de 214 pontos na temporada. Mesmo com o segundo lugar na Bélgica, Hamilton ainda permanece na liderança da tabela de classificação dos pilotos, com 231 pontos somados.

A corrida deste domingo ficou marcada pelo acidente logo na primeira curva após a largada. A McLaren de Fernando Alonso sofreu toque por trás e “voou” no lendário circuito europeu, prejudicando diretamente e indiretamente outros quatro pilotos.

O início de corrida em Spa-Francorchamps pôde ser definido como loucura. Logo na primeira curva após a largada, Nico Hulkenberg, da Renault, perdeu o tempo de freio e acertou em cheio a traseira da McLaren de Alonso, que voou na pista e comprometeu também a Sauber de Leclerc.

Não bastasse o acidente, outros pilotos também se prejudicaram na largada: Ricciardo teve a asa traseira quebrada; Raikkonen viu seu pneu traseiro dianteiro ser furado; e, por fim, Bottas danificou a asa dianteira na confusão e teve que ir aos boxes.

Após a bandeira amarela e a entrada do safety car na pista, a corrida teve o seu reinício. Com isso, Hamilton passou a atacar Vettel, que se defendeu muito bem e passou a abrir distância para o britânico. Entretanto, enquanto a Ferrari do alemão correspondia na pista, o carro de seu companheiro de equipe deixou a desejar e, com problemas na asa, ocasionou o abandono de Raikkonen.

Enquanto Bottas fazia uma corrida de recuperação, realizando várias ultrapassagens e figurando na zona de pontuação, seu companheiro de equipe tentava diminuir a diferença com relação a Vettel. Depois de bolhas aparecerem no carro do britânico da Mercedes, Hamilton foi aos boxes antes do oponente, esperando que a estratégia desse certo.

Entretanto, a Ferrari ordenou que o piloto alemão “desse um gás” na volta de intervalo e fizesse sua parada logo em seguida. O plano da escuderia italiana funcionou e Sebastian Vettel voltou à frente do rival britânico, mantendo a liderança.

A partir daí, a primeira colocação do piloto não sofreu ameaças. Vettel conseguiu manter distância com relação a Hamilton, não permitiu que o britânico se aproximasse e recebeu a bandeira quadriculada no lendário circuito de Spa-Francorchamps.

O destaque do percurso, entretanto, ficou mesmo com Valtteri Bottas. O finlandês fez grande corrida tendo largado em 17º, por alterações no motor, envolveu-se em acidente na largada e teve que ir aos boxes. Ainda assim, fez bela recuperação e conseguiu chegar em quarto.

A próxima corrida da Fórmula 1 será já no final de semana seguinte, em Monza, na Itália. O 14º Grande Prêmio da temporada 2018 da modalidade será disputado ás 10h10 (horário de Brasília) do domingo.

Confira os dez primeiros colocados no Grande Prêmio da Bélgica:

1) Sebastian Vettel (Ferrari): +25 pontos
2) Lewis Hamilton (Mercedes): +18 pontos
3) Max Verstappen (Red Bull): +15 pontos
4) Valtteri Bottas (Mercedes): +12 pontos
5) Sergio Pérez (Force India): +10 pontos
6) Esteban Ocon (Force India): +8 pontos
7) Romain Grosjean (Haas): +6 pontos
8) Kevin Magnussen (Haas): +4 pontos
9) Pierre Gasly (Toro Rosso): +2 pontos
10) Marcus Ericsson (Sauber): +1 ponto

Gazeta Esportiva