Gramado vira preocupação no Cruzeiro por causa de chuva
















Poucas coisas podem atrapalhar o clássico Cruzeiro x Atlético-MG na final da Copa do Brasil. Mas uma delas tem preocupado especialmente o time celeste: o estado do gramado do Mineirão. Os jogadores sofreram com isso neste domingo, em jogo contra o Goiás, por causa de uma forte chuva que caiu em Belo Horizonte. Atualmente a previsão do tempo indica que existe 90% de chance de chover na quarta-feira. Então os cruzeirenses mostraram bastante preocupação com esse problema.

Everton Ribeiro nem precisou ser perguntado sobre o assunto para reclamar: "a gente conta com a torcida, o estádio vai estar lotado na final, então espero que o gramado esteja melhor para a gente fazer um grande jogo", afirmou ele, nesta segunda-feira. Depois Everton foi perguntado especificamente sobre isso e reclamou severamente. "Estava impraticável, totalmente alagado. A gente espera que na final o campo não atrapalhe a gente e nem o Atlético".

O meia não quis dizer se a chuva atrapalha mais o Cruzeiro ou o Atlético-MG. Mas fica evidente, tanto nas entrelinhas das declarações, quanto em uma análise simples, que o Cruzeiro tem mais motivos para se preocupar: por ser um bastante técnico, os jogadores querem aproveitar o toque de bola para chegar ao ataque. Já o Atlético-MG, que tem a vantagem de 2 a 0 no placar, precisará apenas destruir para segurar o resultado e ser campeão. E destruir em um campo alagado é mais fácil.

Tanto que não foi apenas Everton que mostrou preocupação. "Isso dificulta muito. Há muito tempo não via o campo do Mineirão assim. Mas acredito que vai melhorar", apostou Marcelo Moreno.

A final entre Cruzeiro e Atlético-MG acontecerá nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília). O time alvinegro venceu o jogo de ida, no Estádio Independência, por 2 a 0. Então o campeão brasileiro terá que vencer por três gols de diferença para conquistar mais um título na temporada.

Terra

Comentários