Pular para o conteúdo principal

Chelsea perde chances e só empata contra o Southampton no Inglês















O Chelsea tropeçou na 19ª rodada do Campeonato Inglês e apenas empatou contra o Southampton, neste domingo, por 1 a 1. O empate mantém o bom momento da equipe que vem surpreendendo no torneio mesmo depois de vender os jogadores mais importantes depois da temporada 2013-14. O Southampton, com 33 pontos, se mantém entre os quatro primeiros da tabela. O Chelsea chega a 46 pontos, e mantém a liderança.

Fases do jogo

O Southampton, jogando em casa, surpreendeu logo nos primeiros minutos de partida. Em lançamento longo, Sadio Mané foi achado no ataque. O senegalês dominou na frente do goleiro Thibaut Courtois e finalizou para abrir o placar.

Com a desvantagem, o Chelsea do técnico português José Mourinho foi ao ataque. Com jogadas mais arriscadas e passes mais diretos, Fàbregas chegou minutos depois à área adversária em linda jogada, driblando dois oponentes pela ponta esquerda, mas sem conseguir dar a assistência.

Enquanto isso, Mané manteve o protagonismo no setor ofensivo do Southampton ao lado de Graziano Pellè. Ele deu trabalho aos volantes do Chelsea ao sair da área e buscar jogo próximo aos meio-campistas. Matic, um deles, se perdeu em alguns momentos da partida.

No fim da primeira etapa, uma jogada individual do belga Eden Hazard, no entanto, venceu o bloqueio dos donos da casa. Hazard assumiu a posse de bola pela ponta esquerda e invadiu a área adversária cortando dois oponentes, virou-se para o gol e concluiu: 1 a 1, e o Chelsea de volta ao jogo.

Na segunda etapa, José Mourinho tirou o alemão Andre Schurlle de campo e inseriu o brasileiro Willian. Ele, então, passou a ser um dos principais articuladores do time.

Uma cena que já vai virando comum na Inglaterra aconteceu mais uma vez: Fàbregas se jogou na área após contato com a defesa do Southampton e pediu pênalti, que não ocorreu. A arbitragem não caiu na dele e ainda deu cartão amarelo ao espanhol.

Apesar do momento negativo, Fàbregas foi ao lado de Hazard o ponto de partida das jogadas do Chelsea. O meia espanhol continua em grande fase desde que deixou o Barcelona.

O melhor: Sadio Mané

O senegalês de 22 anos quebrou uma defesa que dificilmente vaza e destruiu o meio de campo do Chelsea com seu posicionamento. Fez o primeiro gol da partida e deu ao Southampton as hipóteses de vencer um adversário que parece ser quase invencível.

O pior: Andre Schurrle

O meia-atacante alemão não entrou em campo na mesma frequência dos companheiros e acabou sendo substituído no intervalo. 

UOL Esporte

Comentários