Pular para o conteúdo principal

Cuca? Atacante do Atlético-MG 'pede' Guardiola para treinador

(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)


Desde que Levir Culpi deixou o Atlético-MG na última quinta-feira, nem mesmo a disputa pelo vice-campeonato do Brasileirão ganhou mais destaque que os eventuais treinadores do clube para a temporada de 2016. Para alguns jogadores, é importante que o futuro técnico seja confirmado ainda antes de entrarem de férias. Mas isso não quer dizer que os atletas estejam dispostos a mostrarem suas preferências. Pelo menos quando questionados sobre Cuca, Muricy ou Sabella. Para um deles, o desejo mesmo seria de contar com um dos melhores do mundo na Cidade do Galo.

"Minha preferência é o Guardiola, tem como? Com ele a gente joga. Joguei com um treinador chamado Fernando Diniz que trabalha parecido, mas minha preferência é o Guardiola", brincou o atacante Luan, se esquivando ao ser questionado sobre sua preferência entre os nomes especulados para dirigir o Atlético.

Fernando Diniz foi técnico de Luan quando o jogador ainda estava no Atlético de Sorocaba, mas foi pelo Audax que o treinador ganhou mais notoriedade, explorando bastante o estilo 'tiki-taka' dentro de campo.

Quando questionado diretamente sobre as possibilidades de voltar a trabalhar com Cuca, Luan mais uma vez saiu pela tangente e jogou a decisão para a diretoria.

"Cuca, né?! Não tem nada o que falar não. Deixar para o presidente esse pepino. Estou aqui para ajudar o Galo. Não importa o treinador que venha. Ele tem que resgatar a confiança do time, dar o melhor, pois 2016 tem de dar um título importante", disse.

No último domingo, após a derrota para o Grêmio, o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, se recusou a falar com os profissionais de imprensa alegando que não tinha nenhuma novidade para contar. Nos últimos dias, o mandatário foi aos microfones e deu indícios de que o nome do futuro treinador atleticano não fugirá dos atuais mais especulados, como Muricy Ramalho e Cuca.

Na partida diante da Chapecoense, no próximo domingo, o Atlético será novamente comandado por Diogo Giacomini à beira do campo, assim como ocorreu diante do Grêmio, em Porto Alegre. No Mineirão, o time alvinegro terá a tarefa de fazer seu dever de casa para assegurar o vice-campeonato brasileiro após tropeças nas últimas duas rodadas.

UOL Esporte

Comentários