Brasil vira para cima da Argentina e conquista o Sul-Americano sub-21

 (Foto: Cale Ruiz/CABB)


O Brasil conquistou, neste domingo, o Sul-Americano Sub-21 de Basquete, competição realizada na cidade de Salta, na Argentina. Para abrilhantar ainda mais o feito, o título invicto foi obtido após uma emocionante vitória por 84 a 76 de virada sobre a seleção argentina. Com 25 pontos marcados nesta noite, o argentino Maximo Fjeellerup foi o cestinha da decisão. Pelo lado do Brasil, os maiores pontuadores foram: Yago dos Santos (20), Marcos Louzada (13) e José dos Santos (13). Nos rebotes, brilhou a estrela de Michael, que executou o fundamento por 12 vezes. Após a partida, Yago recebeu o troféu de MVP do Sul-Americano.

O Brasil começou melhor e abriu o placar com uma cesta de Michael. Pouco depois, Marcos Louzada acertou um chute de três, fazendo 5 a 0. Aos dois minutos, Victor da Silva marcou o sétimo ponto dos brasileiros. A Argentina só foi acordar após cesta de Facundo Corvalan aos quatro. O domínio verde-amarelo persistiu até os dois minutos finais, quando a Argentina encostou no placar: 12 a 10. No minuto final, Maximo Fjeellerup levou a seleção da casa à virada: 24 a 20. O Brasil ainda esboçou reação, mas foi para o segundo quarto perdendo por 26 a 23.

O jogo seguiu muito disputado no segundo período. Germano abriu o placar para a seleção albiceleste. Dikembe respondeu na mesma moeda para o Brasil. Aos três minutos jogados, Lautaro Berra deixou a Argentina com cinco pontos de frente: 30 a 25. O Brasil só conseguiu encostar a quatro minutos do intervalo, após cesta de José dos Santos: 33 a 32. Um minuto depois, Dikembe pôs a seleção brasileira na frente. A Argentina não se entregou e foi buscar nova virada. Muito bem nos dois minutos finais, os hermanos foram para o intervalo vencendo por 45 a 38.

Marcos Louzada fez os dois primeiros pontos do terceiro quarto. Corvalan pontuou para os argentinos no lance seguinte. O mesmo Corvalan deixou o time da casa com sete pontos de frente: 47 a 40. Pouco depois, Santiago Vaulet aumentou a vantagem para nove. O Brasil só foi reagir quando o placar já apontava 51 a 40 para os rivais. Mais cosistentes no fim do quarto, os brasileiros conseguiram reduzir a diferença para apenas dois pontos no fim do período: 61 a 59.

Com o jogo aberto, o time canarinho foi para a virada no quarto final. Maximo Fjeellerup seguiu fazendo a diferença para o time da casa, mas o Brasil imprimiu um ritmo maior e acabou passando à frente, quando louzada fez 73 a 70 a quatro minutos do fim. Um minuto depois, Michael ampliou para 77 a 73. Após cesta de três de Yago, o Brasil marcou 80 a 73, ficando muito perto da vitória. A Argentina ainda voltou a ter esperanças após cesta de três de Leonardo Lema. Só que a seleção brasileira conseguiu controlar os minutos decisivos da partida, conquistando o tótulo com uma imponente vitória por 84 a 76.

Escalações

Brasil: Yago dos Santos, Danilo Araújo, Victor da Silva, Marcos Louzada e Michael. Reservas: José dos Santos, Caio de Souza, Dikembe da Silva, Felipe Sandoval, Guilherme Bento e Guilherme Braga. Técnico: César Guidetti.

Argentina: Facundo Corvalan, Maximo Fjeellerup, Santiago Vaulet, Lautaro Berra e Leonardo Lema. Reservas: Lautaro Lopez, Enzo Rupcic, Ayan Carvalho, Matias Solanas, Maximiliano Andreatta, Tomas Chapero e Juan Cruz Germano. Técnico: Sílvio Santander.

Globo Esporte